Páginas

quinta-feira, novembro 24, 2016

Quando o Paraíso não é tão perto quanto imaginamos...

Imaginei que o Paraíso estivesse a poucos passos daqui.. na verdade, logo após a Linha Amarela, no Rio de Janeiro...

Meti-me num BRT na Estação Aroldo Melodia (que não tem H, é assim mesmo!!).. e peguei o Semidireto! Justamente o que, me pareceu, demora mais.. e lá fui eu, rumo à Barra da Tijuca..

A viagem em si foi uma "aventura", se é que podemos assim dizer.. não sei, sinceramente não sei, como as pessoas se espremem daquela forma.. há horas em que a porta do BRT nem se abre, de tanta gente espremida dentro do coletivo.. é olha que era sábado, depois das 16 horas... era de se esperar menos movimento.. ledo engano! Muita gente mesmo!! 

Ao chegar me deparo com uma lugar totalmente diferente do Rio de Janeiro a que estou acostumado, suburbano, interiorano, roça mesmo! Prédios altos, lugares amplos, ruas bem planejadas e conservadas.. e pessoas.. pessoas que não sabem dar uma simples informação:

Na estação Alvorada me dirijo à uma pessoa uniformizada, azul e com o logo BRT no bolso da camisa. Pergunto: amigo... boa tarde! como faço prá chegar no Barra Mall?? o sujeito, com cara de espanto, retruca: Barra o que??  Mall eu falo... e ele diz: não sei.. mas pergunta para umas meninas de uniforme laranja lá na frente.. elas devem saber...

Procuro as "laranjetes" e nada de laranja.. mas há uns de preto, também com logo BRT no bolso da camis, resolvo arriscar.. vai que.. faço a mesma pergunta e.. nada! Não sabem!

resolvo procurar no Dr. Google Maps.. e eis lá, Av das Américas 7700.. agora ficou fácil.. penso! Outro engano.. pergunto prá um, diz: pega o Mato Alto.. na B9.. e outro diz, não, 700 é prá lá, melhor pegar na B13.. caraca!!!! Que maçada!

Resolvo perguntar pelos ônibus que o Maps me indica.. e mais espanto: aqui.. não lá.. enfim.. resolvo atravessar a passarela e buscar um taxi na avenida..

Chego no taxi, e o motorista me leva, em menos de 5 minutos numa corrida que me custou 10 reais.. bem perto, dava até prá caminhar um pouco..

Lá chegando, sento-me à mesa na parte externa de uma Tratoria Di fernando.. tudo caro!! Peço um chopp, mas o frio está intenso.. resolvo ir para uma mesa no interior da Tratoria (Pizzaria, sejamos claros!).

Minha companhia chega logo depois.. conversamos muito, saboreamos um prato "buratta" (um queijo esquisitão, cheio de creme por dentro e uns tomates secos.. uns pedaços (lascas) de presunto - acho que seja tipo Parma...) dois chopps.. e tchau! Tchau 150 reais!!!!!

Falo pra amiga, olha, adorei te conhecer.. o lugar é ótimo.. mas não sei se volto... muito longe.. muito caro.. muito complicado encontrar as coisas aqui..

Beijos..

Até hoje não recebi nenhuma mensagem no Whats, nem curtida no Instagran, ou no face.. sei lá..acho que ela também viu que nunca daria certo isso!!

Ah!, depois conto a saga do retorno prá casa.. só antecipo o seguinte: sai da Barra as 21 horas.. cheguei em casa as 2 da madruga!!!

bye

sexta-feira, novembro 18, 2016

Quando a Certeza da Impunidade se acaba...

Alguns caciques políticos brasileiros dormem em berço esplêndido...  andam entre os mortais como se fosses deuses.. certo de que seus pecados não serão cobrados.. ou punidos!

Mas quando esta certeza cai por terra, quando seus amigos poderosos não podem lhe ajudar.. quando, às seis da manhã, um camburão da Polícia Federal bate ás portas da casa.. eles amarelam, choram, tem crises de taquicardia, de piriri (caganeira, no mais puro português).. e desabam .. sentem-se pequenos.. sua "grandeza" de uma hora para outra, repentinamente, se acaba.. se esvai..

Garotinho, ex-governador do Rio de Janeiro, "Prefeitão" de Campos dos Goytacazes... terra de índios nobres, ferrenhos defensores da terra, e honestos... o que não se pode dizer do então "prefeitão".. Es, Garotinho, ao ser preso desabou, parece um menino perdido.. com dor de barriga, piriri.. seus Advogados tentam de tudo para não ir prá prisão seu cliente.. Habeas Corpus , dois, já foram negados.. e ele continua no hospital, fugindo da Polícia...

Por seu turno, Sergio Cabral, o menino cheio de vitalidade, de ideais, que não aceitou as mordomias da Assembleia Legislativa  quando ali foi Presidente, que foi Governador por duas vezes, Deputado, senador.. se corrompeu.. atou-se, de corpo e alma ao famoso cacique interiorano dos Campos dos Goitacazes.. e deu-se mal..

Cabeça raspada no Presídio, é agora preso... triste fim de Sérgio Cabral Filho.. 500 milhões por mês..  triste homenagem ao pai.. (que se era político da Velha Guarda, certamente também fazia suas falcatruas e fraudes..)

Certo, eu creio, está o filósofo popular carioca que diz: "Se Gritar Pega Ladrão, não fica um mermão!!!"

Ainda há outros nomes, certamente terão seu dia e hora, como Eduardo Paes, seus asseclas... César Maia, Picciani, e outros mais, só para ficar no Estado do Rio de Janeiro.. certo é que, nesse Brasil Varonil, há muitos caciques tais quais esses do RJ...

Que a Justiça seja feita, mesmo que tardia... que o saneamento político no Brasil, que, parece, começa agora, se estenda e expurgue todos os ratos dos esgotos políticos das cidades brasileiras.. que seja feito!

Paz e Bem!

terça-feira, novembro 15, 2016

INSS 2015 - Convocação para a escolha das APS

Bom gente,

como eu já havia adiantado aqui, saiu ontem o Edital nr. 15 do INSS referente ao Concurso INSS/2015. A Autarquia convocou os candidatos aprovados no número de vagas (950) para a escolha da Agência na qual deseja lotação.

Creio que, em breve, começarão a sair as nomeações. Meu caso continua ainda um enigma, pois dependo de um aumento de 100% das vagas, e contar com a desistência de pelo menos 5 pessoas,  para que possa sonhar com a nomeação.

Fora desse cenário, somente com as possíveis vacância em decorrência de aposentadorias, exonerações e/ou demissões, na mesma GEX, ou em outra, pois há a possibilidade de aprovados homologados serem aproveitados em outras GEX que não aquela à qual prestou o concurso.

Como falei, foram convocados 9 candidatos da AC, 1 da PCD e 2 PPP

que foram (GEX - Tefé - AM:

Anderson (AC) - nota 106
Marcos Paulo (AC) - nota99
Ramon (AC) - nota 98
Rodrigo (AC) - nota 98
Joaquim (AC) - nota 98
Francine (AC) - nota 98
Francisco (AC) - nota 97
Eder (AC) - nota 97
Jean (AC) - nota 97
Vinicius (PCD) - nota 79
Ronaldo (PPP) - nota 95
e
Mardivan (PPP) - nota92

 Agora é aguardar para ver quais são os desdobramentos das diversas ações que o CAINSS2016 está fazendo. Quem sabe aumentam as vagas.. quem sabe surjam vagas durante o prazo de vigência.. quem sabe prorroguem esse prazo para 2 anos.. enfim.. muitos se.. e poucas certezas...

Boa Sorte aos que conseguiram!!!


sexta-feira, novembro 11, 2016

A dura realidade....

A Verdade é uma só: os ricos não sabem como é a vida do pobre mortal... daquele que sai todo dia as 5 da madruga, quando não antes, pega o busão e segue, por hora e meia, num trânsito, que na madrugada já é intenso, chegar ao trabalho seu do dia a dia.

A Verdade mesmo, é que ninguém sabe a realidade do outro. Passamos sem perceber as agruras que atormentam cada um de nós, no enfadonho dia a dia.

Sai as 5 da madrugada, peguei o ônibus as 5:30, cheguei ao trabalho as 7... foram 3 ônibus, alguns com lugares para sentar, mas não tão confortáveis como aquele sofá no saguão do Novotel em Praia de Iracema, lá em Fortaleza.. nem num dos sofás dos IBIS da vida... mas apenas um banco duro e apertado que mal cabe uma pessoa normal.. se vem um outro, mais, digamos, avantajado corporalmente, vai ser um sufoco.. espremido como sardinha na lata.. e sem espaço para o molho!!! lá vamos nós!!

Ao chegar ao lugar do ganha pão, eis que se nos depara uma outra realidade: pessoas que não tem onde morar, que moram nas ruas, que carregam consigo suas coisas, seus medos, seus traumas, sua casa, seus cacarecos..

Também não sabemos o que vivem, como vivem.. ou sobrevivem.. não sei se jantou, almoçou, ou se vai tomar café, como eu fiz ao descer do ônibus bem perto da padaria do bairro..

A vida é dura! É ingrata! Eu, posso dizer, sou um felizardo! Conheço dos mundos, quase todos.. até mesmo esse de "quase dormir na rua"... mas a sorte, que para o Poeta é uma Megera, prá mim foi bondosa.. quase sempre me sorriu! 

Ainda, mesmo que com grandes dificuldades, posso me dar ao luxo de ter uma cama confortável, uma casa, um gato e um cachorro.. ah! e até algumas galinhas .. moro numa roça.. e a vida é quase sempre boa..

Mas, nem sempre!